ISO e os equipamentos pneumáticos: entenda tudo sobre o assunto

ISO e os equipamentos pneumáticos

ISO e Equipamentos Pneumáticos

ISO e Equipamentos Pneumáticos

O objetivo principal da normalização dos equipamentos pneumáticos é permitir e facilitar a comercialização globalizada, com reposições independentemente da origem.

Para que essa permissão seja realizada com sucesso, é necessário que você entenda mais sobre os componentes que mencionam a padronização, como UNITOP, CETOP, VDMA e a mais conhecida entre elas, a ISO (International Organization for Standardization). 

Confira!

O que é ISO?

ISO é uma entidade de padronização e normatização, International Organization for Standardization, ou em português, Organização Internacional para Padronização, e foi criada em Genebra, na Suíça, em 1947.

Não deveria ser IOS e não ISO?

Esta sigla foi escolhida porque em grego “isos”, significa “igual”, o que se enquadra com o propósito da organização.

A ISO tem como objetivo principal aprovar normas internacionais em diferentes campos técnicos. No Brasil, a ISO é representada pela ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Além das normas técnicas, a ISO também promove a padronização de normas que visam manter a qualidade nos processos de fabricação, sistema de gestão de qualidade ISO 9000 e 9001, e um sistema de gestão ambiental ISO 14000 e 14064.

O cilindro pneumático respeita as ISO 6432, 15552 (antiga 6431) e 21287.

Que outras referências podemos encontrar?

Nos equipamentos pneumáticos ainda encontramos muitos componentes que mencionam a padronização conforme UNITOP, CETOP e VDMA, as mais referenciadas no Brasil após ISO. 

A busca pela padronização anterior e posterior a ISO possibilitou que associações e comitês criassem padrões locais que com a globalização foram difundidos e adotados nos diferentes mercados.

UNITOP

É uma organização francesa, Union Nationale des Industries des Transmissions Oléo-Hydrauliques et Pneumatiques – UNITOP, ou em português: União Nacional das Indústrias de Óleo-Hidráulica e Pneumática. 

Esta entidade reúne empresas e organizações de treinamento que em conjunto definem normas para padronização de componentes. 

CETOP

Comité Européen des Transmissions Oléohydrauliques et Pneumatiques, em português, Comitê Europeu de Transmissões Óleo-hidráulicas e Pneumáticas. CETOP é o Comitê Europeu de Energia Fluida. 

A CETOP representa empresas e revendedores e coopera com associações voltadas ao uso de energia fluídica em diferentes mercados.

VDMA

Verband Deutscher Maschinen – und Anlagenbau – Associação Alemã dos Fabricantes de Máquinas e Instalações Industriais. A VDMA é, tanto na Alemanha, quanto na União Europeia, uma representante ativa e competente dos interesses da indústria de construção de máquinas e de instalações industriais, tanto para temas técnicos quanto para temas político-econômicos.

Estas padronizações permitiram uma melhor aplicação dos equipamentos pneumáticos independentemente de qual fabricante, facilitando manutenções, reposições e até mesmo substituição sem haver necessidade de adaptações.

E aí, conheceu as associações que hoje são as mais conhecidas do Brasil no que se refere a equipamentos pneumáticos? Se sim e gostou do conteúdo, aproveite para assinar nossa newsletter e ficar por dentro de todas as novidades!